Concorrentes diretos e indiretos da imobiliária

17 de janeiro de 2022
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Neste post, iremos falar sobre os concorrentes diretos e indiretos da imobiliária e sobre o quanto devemos nos preocupar com eles. Separamos também algumas sugestões que podem ser importantes e decisivas na hora de estar à frente da sua concorrência. Mas, primeiro, vamos entender o que significa concorrência.

Concorrência nada mais é que a competição entre dois ou mais negócios que disputam o mesmo setor de mercado. Hoje, a concorrência vem sendo mais acirrada e o mercado está mais competitivo, pois os clientes também estão mais seletivos. Por isso, a busca por competência, qualidade e agilidade são características fundamentais para um bom negócio.

O que são concorrentes diretos e indiretos?

Agora chegou a hora de entender a diferença entre concorrentes diretos e indiretos da imobiliária. Isso vai te ajudar a identificar em que posição você se encontra no mercado e também a entender como eles podem influenciar os seus negócios. Confira:

Concorrência direta

Se você tem uma imobiliária, seus concorrentes diretos são as outras imobiliárias. Simples de entender. É quem pratica a mesma função que você no mercado. Sendo assim, por exemplo, uma imobiliária que trabalha com a locação de imóveis, terá como seus concorrentes imobiliárias que trabalham com o mesmo segmento.

Então, essa concorrência se dá porque o público em geral pode escolher entre a sua imobiliária ou a de outra pessoa. Por que colocar o meu imóvel à venda com a “X” se a “Y” me dá uma porcentagem maior e me parece ter mais competência ao apresentar um contrato bem elaborado? Logo, várias perguntas que podem ser feitas na hora de escolher entre duas ou mais empresas do mesmo segmento.

Concorrência indireta

Seguindo o mesmo pensamento, a concorrência indireta é quem oferece um serviço diferente, mas que supre a necessidade do seu cliente. Quem é o concorrente indireto de uma imobiliária? Pode ser construtoras e incorporadoras, escritórios de advocacia, e até mesmo o Marketplace do Facebook.

A concorrência indireta oferece uma solução diferente da sua e pode, em algum momento, comprometer seu negócio. Por isso, é fundamental estar atento a todas essas opções que o mercado oferece e a visão que seu cliente tem sobre isso tudo. Aqui entra o que você oferece de diferencial e a gestão de sua imobiliária.

Como vencer a concorrência direta e indireta?

Afinal, será que existe uma fórmula para vencer os concorrentes diretos e indiretos da imobiliária? Acreditamos que existem muitos fatores que podem nortear essa questão, portanto, os fatores internos e externos devem ser levados em conta na hora de estruturar a sua gestão imobiliária.

Fatores externos:

São situações que acontecem fora da sua imobiliária, mas não podem ser ignorados de forma alguma: você precisa usar estes fatores a seu favor. Vamos lista-los para melhor compreensão!

1. Público-alvo

Para se destacar em relação aos seus concorrentes, é essencial que você saiba com quem está falando – para quem quer transmitir uma mensagem. Quem é o seu cliente? Quais são as dores que ele possui e como você pode ajudá-lo?

Assim, a nossa dica é: faça pesquisas, participe de eventos e peça feedbacks para conseguir as respostas de que você precisa. Sempre preste atenção em como seus clientes te veem hoje e como eles enxergam o seu concorrente, isso poderá acusar uma falha e também oportunidades para melhorar!

2. Conheça o mercado imobiliário

Quem são seus concorrentes diretos e indiretos? Agora que você já sabe o que isso significa, deixe tudo claro e anotado. Isso porque conhecer a concorrência te dá assertividade na hora de fazer uma análise dos pontos fracos, fortes e mostra o que você deve fazer para melhorar o seu quadro.

Sendo assim, sempre fique atento ao que há de novidade no seu ramo e a como a concorrência aplica as inovações. Estar desatualizado e acomodado pode custar muito caro. Hoje o mercado conta com inúmeras possibilidades, use a tecnologia a seu favor, esse pode ser o ponto chave do sucesso.

3. Torne-se uma referência

Esse é o principal fator que deve ser levado em conta na hora de sair à frente da sua concorrência: deixá-la preocupada e almejando o seu lugar. Portanto, é importante você saber que não pode pular nenhuma etapa. Ou seja, você não será uma referência se não dominar as dores e soluções dos seus clientes e tampouco se não dominar o mercado em que atua.

Aqui, tudo é levado em consideração: o atendimento, sua marca, seu site, suas soluções, a forma como você coloca isso aos clientes, os colaboradores, os produtos e, acima de tudo, seu conhecimento. Só é possível tornar-se uma referência quando você tem autoridade para falar e exercer sobre aquele assunto. Então, fique tranquilo se você ainda é novo na área. O sucesso vem com o tempo, comece buscando-o desde já!

Fatores internos:

Agora, precisamos falar sobre as questões que devem estar alinhadas dentro da sua imobiliária ou empresa, sugerindo melhorias na percepção que o cliente tem sobre o que você está anunciando.

1. Valor agregado à imobiliária

A principal missão é solucionar o problema do seu público-alvo. O valor agregado vai ao encontro da forma como você vai fazer isso acontecer. Qual metodologia vai usar para solucionar o problema dele? É importante que todos dentro da sua empresa vistam a camisa e entendam qual é o propósito e qual a forma adotada para efetuar o negócio.

Agregar valor ao seu produto pode estar em pequenas ou grandes ações, cabe a você e à sua equipe definirem estratégias para cada situação. Tentem a criação de um novo produto ou reformulem um antigo, alterem as funcionalidades e ofereçam um atendimento mais funcional. Além disso, otimizem seus processos, tenham uma dinâmica de pagamento mais flexível, invistam no marketing criativo, enfim, tenham em vista a satisfação do cliente. Tentem algo novo!

2. Use a tecnologia a seu favor

Não só aos seus clientes, mas aos colaboradores: é importante ter ferramentas que otimizem tempo e facilitem a vida. Poupando tempo, poupa-se dinheiro! A gestão inteligente e segura da sua empresa deve ser levada em consideração.

Nesta etapa, podemos citar o CRM (Customer Relationship Management) para imobiliárias, um sistema para registrar e organizar todos os pontos de contato que o corretor tem com o consumidor. Ele também é importante para abordar o cliente de forma eficiente, uma vez que armazena todo o histórico do cliente potencial.

3. Expanda

Para concluir, provavelmente quando você pensa em um nicho e já consegue associá-lo a uma grande marca — ou seja, ela é uma autoridade dentro do seu ramo — é bem provável que essa marca seja uma empresa estruturada, tenha filiais ou franquias e tenha visão de expansão.

O que você pode fazer na sua empresa para escalar o seu negócio? É importante pensar alto.

Para isso, é mais importante ainda ter uma base sólida e elaborada, com muito compromisso. Fica aqui um grande incentivo para que sua imobiliária cresça: comece no seu bairro, cidade, região e dê sequência ao que vem dando certo e apostando em novidades!

Bem, os concorrentes diretos e indiretos da imobiliária ainda podem ser muito mal vistos e causar preocupações, mas eles nos desafiam a ser melhores e sempre buscarmos aprimoramentos para competir com outros colegas de profissão, o que é saudável e nos torna cada dia melhores. Além disso, o ramo imobiliário atenua ainda mais essa realidade de competição, pois agradar o cliente não é um diferencial, é um dever.

Portanto, para te ajudar, a Flexpro conta com uma equipe treinada e softwares qualificados para te acompanhar do zero e escalar o seu negócio. Você pode entrar em contato agendando uma consultoria ou até mesmo solicitando a visita de um de nossos representantes.

Ao acessar o site da Flexpro, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.